sábado, 28 de julho de 2012

A dois passos do Paraíso

Jornalistas que sabem pesquisar e escrever podem apresentar bons trabalhos de divulgação (e até de reflexão) sobre temas relevantes e... transcendentes. Um exemplo é Paraíso: nossa eterna fascinação com a pós-vida, de Lisa Miller. O livro saiu pela editora Nossa Cultura, em 2011.

Entrevistando representantes de diferentes religiões, consultando obras e pesquisadores com visões de mundo (e de vida post mortem) divergentes, analisando pinturas e filmes, relatando histórias de gente como a gente, e falando um pouco sobre sua própria realidade religiosa, a autora constata o denominador comum: a maioria das pessoas, mais ou menos conscientemente, está à procura ou à espera do Paraíso.

O contexto norte-americano deste trabalho não poderia ser outro. Jornalistas tendem a ver tudo de um ponto de vista mais concreto e contemporâneo. Não são filósofos. Os leitores brasileiros terão de fazer suas próprias pesquisas e reflexões, pois temos outra história e outras experiências paradisíacas e/ou infernais...

Não é livro de teologia ou espiritualidade, mas serve como um bom ponto de partida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário